A TUA MAIOR E MELHOR FONTE PORTUGUESA DA DEBORAH SECCO

Get your own Poll!
31
Jul 09

Série “Decamerão”, de Jorge Furtado, será exibida todas as sextas, até 18 de Agosto

As brasas que restaram adormecidas no episódio-piloto, em Janeiro, voltam a ser sopradas hoje, quando os fogosos personagens de Decamerão – A Comédia do Sexo retornam para uma temporada semanal com mais quatro capítulos. Realizada no Rio Grande do Sul pela Casa de Cinema de Porto Alegre, a nova mini série da Globo vai ao ar na RBS TV às 23h, após o Globo Repórter.

Decamerão segue os passos da recentemente exibida Som & Fúria na tentativa de elevar o padrão de qualidade da TV brasileira. Baixa o pano sobre William Shakespare, entra em cena o texto satírico do italiano Giovanni Boccaccio (1313 – 1375), que exerceu grande influência sobre o bardo inglês. Em comum aos dois autores, os elementos fundamentais da boa dramaturgia. No caso de Decamerão, dois dos mais populares: a comédia erótica e a poesia – os diálogos são em versos.

Com direcção geral de Jorge Furtado e cenários nas Linhas Jansen (Farroupilha) e Santo Alexandre (Garibaldi), essa releitura de Decamerão é bastante livre, ambientada em um universo próprio, entre o fim da Idade Média e os primeiros tempos da colonização italiana no Estado. A trilha vai de Cássia Eller a Nelson Cavaquinho.

O Espelho, episódio de hoje, começa ao som de Rosinha Valença em Madrinha Lua: “Minha madrinha lua / Traz um amor pra mim”. Na cama, Monna (Deborah Secco) desperta de um sonho alta voltagem e em vez do amante, o falso padre Masetto (Lázaro Ramos), quem está a seu lado é o “marido banana”, Tofano (Matheus Nachtergaele). O capítulo relembra que a criada casou-se com patrão por conveniência financeira, com a bênção do religioso picareta. Tofano, por sua vez, está de olho na jovem Isabel (Leandra Leal), mulher de Filipinho (Daniel de Oliveira). O casal de empregados Calandrino (Edmilson Barros) e Tessa (Drica Moraes) diverte-se colocando mais lenha nas futricas amorosas da turma.

Com roteiro de Furtado, Guel Arraes, Carlos Gerbase e Adriana Falcão, o tom de Decamerão é o da comédia rasgada. Os diálogos em versos soam como uma boa canção. A pedra de toque da produção é o time de atores excepcionais reunidos por Furtado, que neste primeiro primeiro episódio vê brilhar Drica Moraes, hilariante num peculiar registro “porto-alegrês-medieval”.

 

Fonte: Zero Hora

publicado por Deborah Secco Portugal às 20:28

Globo estreia "Decamerão" para salvar noites de sexta
Nesta sexta-feira (31) a Rede Globo estreia, com elenco de primeira, a série "Decamerão - A Comédia do Sexo". Deborah Secco, Daniel de Oliveira, Lázaro Ramos, Drica Moraes, Leandra Leal, Fernanda de Freitas, Edmilson Barros e Matheus Nachtergaele contam divertidas histórias de três casais confusos e cheios de desejo.
O primeiro capítulo da série já foi exibido no início de Janeiro deste ano, e agora mais quatro episódios chegam para tentar dar um alívio na audiência da emissora carioca nas noites de sexta-feira.
A Globo faz um revezamento constante de séries às sextas-feiras desde "Os Normais", que permaneceu no ar de 2001 a 2003. Passaram por lá programas diversos, como "O Sistema", "Carga Pesada", "Minha Nada Mole Vida", "Casos e Acasos", o recente "Som e Fúria", entre outros.
O lance é que o "Pânico na TV", da RedeTV! vem conquistando excelentes índices na faixa das séries de sexta, e por vezes ficou em primeiro lugar. No dia 17 de Julho, por exemplo, o humorístico atingiu o terceiro lugar na média e, das 23h57 à 0 horas, ficou no topo por 4 minutos consecutivos.
Às sextas, o programa é reprisado (ao vivo é aos domingos) e neste dia 17 ficou com audiência média de oito pontos, e máxima de 10.4, entre às 22 horas e 0h05. O índice não é nada comparado ao que a Globo consegue alcançar com as suas produções, mas que está dando "sustinhos", isso está.
 
Traições e risos
A inspiração para "Decamerão" foram os contos do autor italiano Giovanni Bocaccio. Jorge Furtado assina o roteiro com Guel Arraes, Carlos Gerbase e Adriana Falcão. Na direção, novamente Furtado e Ana Luiza Azevedo.
Na história, Lázaro Ramos vive o falso padre Masetto, que tem uma queda forte por Monna, personagem de Deborah. A moça, por sua vez, é infeliz no casamento com Tofano (Nachtergaele) e cede aos desejos do padre "fake".
Drica é a divertida Tessa, que faz par com o desengonçado Calandrino (Edmilson). Filipinho (Daniel Filho) é apaixonado por Isabel (Leandra), mas isso não impede que arraste uma asa para moças como Belisa (Fernanda).
 
Fonte: Msn
publicado por Deborah Secco Portugal às 20:22

Actriz é clicada na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidadeAdilson Lucas  /Ag News

Deborah Secco deu uma paradinha rápida numa drogaria na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio, nesta sexta-feira, 31. A actriz saiu com uma sacolinha na mão e saiu dirigindo o próprio carro.

 

Fonte: Ego

publicado por Deborah Secco Portugal às 20:16

Prestes a voltar à televisão na série 'Decamerão', Deborah Secco encarnou a lendária estilista Coco Chanel num ensaio para a revista 'Drops'.

Para entrar no clima da artista francesa, a actriz pintou as unhas com as cores da bandeira da França e usou uma peruca com corte Chanel.

Nascida em Paris no ano de 1883, a estilista faleceu 1971 deixando um império. Actualmente, Karl  Lagerfeld assina as criações da grife.

 

Fonte: O Dia

publicado por Deborah Secco Portugal às 13:47

Actriz está na revista 'Drops'
Divulgação  /Revista Drops

Deborah Secco

A actriz Deborah Secco encarnou a mítica estilista Coco Chanel num ensaio para a revista "Drops" - repare nas unhas, pintadas com as cores da bandeira francesa. A atriz confidenciou na entrevista que Chanel é o primeiro nome que lhe vem à cabeça quando pensa em estilo.

 

Fonte: Ego

publicado por Deborah Secco Portugal às 13:44

Prestes a completar 30 anos, Deborah Secco ainda se vê como um menina
Deborah Secco jura que não se considera uma mulher sensual. "Todo mundo ri quando digo isso, mas não me sinto mesmo", garante ela que, apesar de ser uma quase tritona - a actriz completa 30 anos no dia 26 de Novembro -, ainda se vê como uma menina. "Sou muito mais menina do que uma mulher forte e capaz de seduzir os homens", avalia. Apesar de ainda se sentir uma "menina-moça", é na pele da lasciva criada Monna, de Decamerão - A Comédia do Sexo, que Deborah tem se apresentado ao público desde que a nova série estreou na Globo. "É muito bacana poder fazer papéis distantes da gente. Lembro muito bem que no meu primeiro trabalho sensual na televisão, em 'Suave Veneno', estava sendo dirigida pelo Daniel Filho e dizia que não ia conseguir fazer um mulherão", lembra, aos risos, referindo-se à "maria-chuteira" Marina.

Depois de perceber que não só conseguia como também encarnava com facilidade o papel de "femme fatale" - além da atrevida Marina, ela ainda viveu a espevitada lolita Íris, de Laços de Família, e a atirada manicure Darlene, de Celebridade -, Deborah tomou gosto pelo negócio. E hoje encara com naturalidade as cenas em que tem de colocar para fora seu lado mais fogoso. "Em cena, a inibição não aparece. Talvez vendo, fique com um pouco de vergonha. Mas é tanta doação e entrega para o trabalho que acabo não tendo isso", assegura.

Apesar de já estar escolada em papéis que usam e abusam da luxúria, a actriz confessa que, a cada trabalho, tenta descobrir uma maneira diferente de explorar a sua sensualidade. "É engraçado porque a Deborah jamais estaria ali, fazendo aquilo. Às vezes, minha sobrinha pede para fazer a personagem, mas não consigo, não sei fazer. É uma coisa do momento, da construção mesmo", diverte-se ela, acrescentando que Monna é muito diferente dela na forma de se mexer, de se portar... "Ela é mais lânguida, os movimentos são muito pensados. Quando você constrói isso, fica difícil fazer depois, fora de cena, sem dar errado", justifica.

Se longe da televisão Deborah admite ter muita dificuldade para expor seu lado "sexy", em cena ela lembra que incorporou sem medo e em clima de pura descontração a mulher que trai o marido Tofano, de Matheus Nachtergaele, com o falso padre Masetto, de Lázaro Ramos. "Me divirto muito fazendo comédia. Nas cenas com o Lázaro, parávamos umas dez vezes para rir. É muito raro ter no elenco verdadeiros amigos, pessoas que se gostam verdadeiramente", elogia ela, que passou o mês de Maio inteiro gravando nas cidades de Garibaldi e Farroupilha, na Serra Gaúcha.

Além de ter contado com experientes colegas de elenco, Deborah acredita que o clima frio e bucólico do Sul do Brasil também contribuiu para ela incorporar a impetuosa Monna. "As locações eram incríveis. E o clima me ajudou muito a criar a personagem. Foi como se tivesse mudado de universo", conta. A actriz admite, ainda, que as madeixas vermelhas também foram fundamentais para a construção da ardente personagem. "Quando botei a saia vermelha, com os cabelos vermelhos, encontrei a Monna", relembra.

Mas Deborah ainda faz um pouco de mistério sobre sua volta à televisão. "Estou reservada para a próxima novela de Gilberto Braga e também tenho outros projectos na tevê, mas, infelizmente, ainda não posso falar o quê", despista ela.

 

Fonte: Reporter Diário

publicado por Deborah Secco Portugal às 13:35

Divulgação, TV Globo

 Deborah Secco e Drica Moraes estão na série que estreia hoje no Brasil, às 23h, na RBS TV

 Oficialmente, são três os casais de Decamerão – A Comédia do Sexo: os recém-casados Monna (Deborah Secco) e Tofano (Matheus Nachtergaele), os apaixonados Isabel (Leandra Leal) e Filipinho (Daniel de Oliveira) e os criados Tessa (Drica Moraes) e Calandrino (Edmilson Barros). Mas essa harmonia romântica, já nada estável no lugar onde a libido está em alta, vai entrar em ebulição por conta de um falso padre sedutor.

Não confunda o italiano com o português

Um nada tem a ver com outro. Giovanni Boccaccio (1313 – 1375), autor de Decamerão, tao pouco é contemporâneo a Manuel Maria Barbosa du Bocage (1765 – 1805). Boccaccio, considerado o primeiro grande romancista da literatura italiana, deixou como legado um talento narrativo em prosa e verso que influenciou autores como William Shakespeare. Bocage teve forte presença na literatura portuguesa como autor de textos satíricos e libertários inspirados em sua vida de aventura e boemia que, por vezes, o colocou em apuros com as autoridades.

 

Fonte: Noveleiros

publicado por Deborah Secco Portugal às 13:31

30
Jul 09

O internautas pediram e "O Globo" fez a vontade e postou o video da Deborah Secco no "Domingão do Faustão" num jogo bastante engraçado com a atleta Magic Paula. Este video já é bastante antigo, nem eu conhecia, foi logo após a Deborah terminar de fazer a novela "Suave Veneno", a Deborah era muito novinha. Linda e simpática (como sempre) ela diverte-se neste jogo com a irmã Barbara e a mãe Sílvia. Revejam a emocionante e divertida disputa musical entre a actriz e a atleta!

publicado por Deborah Secco Portugal às 12:17

A esposa


Deborah Secco está longe da televisão desde Janeiro deste ano, quando a novela A Favorita (Globo) terminou. O que a manteve na mídia foi a sua vida pessoal - a bela casou-se com o jogador Roger num castelo no Rio e as bodas deram o que falar. Agora, prestes a voltar para as casas brasileiras encarnando Monna, a sua personagem na série Decamerão, ela foge das perguntas sobre a sua vida de casada e volta a frequentar o imáginário masculino. Na pele da personagem ela exala erotismo. Ela é a criada, casada por conveniência com Tofano que tem sonhos pecaminosos com o padre da paróquia Masetto (Lázaro Ramos). “Quando a minha personagem descobre que ele não é padre, começamos um romance às escondidas”, revela a actriz. Então, para se “confessar”, Monna sai de casa todos os dias para encontrar o padre.

Prato cheio para a ala masculina, a personagem não a constrange, mas a inspira. “Monna é uma mulher muito forte, muito capaz”, discursa Deborah que passa boa parte de série de camisola.

O esforço da actriz, aqui, é para desconstruir a imagem consolidada por lolitas como Íris e exibicionistas como Darlene. “Não tenho muita coisa da Monna, não. Tenho muito jeito de menina. Não sou uma pessoa sensual”, desconversa, apesar de ter ficado famosa justamente pelos seus papéis sensuais na televisão.

E o que o marido Roger pensa ao vê-la em tantas cenas de camisola, nos braços de Lázaro Ramos, na cama com Matheus Nachtergaele e nua em banho de tonel? A resposta é ríspida: “Não tem que explicar nada”.

Técnica natural

O currículo de Deborah é recheado de personagens belas e, em cena, diz que a sensualidade não lhe é natural. “Não tenho pudores com a nudez, porque a dedicação ao trabalho, à actuação, faz esquecer qualquer vergonha. Na hora da cena a gente entra na personagem”, explica. “No meu primeiro papel sensual, com Daniel Filho, cheguei a discutir com ele, achei que não daria certo, não conseguiria fazer.”

O marido


Consagrado depois de dirigir seu primeiro longa-metragem, o impactante "A festa da menina morta", Matheus Nachtergaele está em Decamerão, como Tofano, um sovina que se casa por interesse com Monna (Deborah Secco). Durante as gravações da série, em Garibaldi (RS), o actor falou sobre o personagem, mais um sujeito especial na sua galeria de tipos.

“Tive muita saudade de ser actor durante as filmagens de "A festa da menina morta". Foi um processo realmente feliz, mas actor é minha vocação primeira. Posso até vir a dirigir outros filmes, mas ser dirigido ainda é um prazer maior”, relata o ator que, mesmo contratado pela Globo, está longe das novelas desde 2005, quando terminou América. Não que tenha sido preterido, muito pelo contrário. Dono de raro talento e reconhecido por diretores da casa ele, tem sido convidado a participar das melhores produções da Globo. Foi assim em Queridos amigos; Ó paí, ó e, agora, com Decamerão.

“É maravilhoso, não só porque os textos são bons, mas porque o Jorge (Furtado) tem um jeito de dirigir muito carinhoso. É um trabalho lindo, feito em película. As cenas quase que vão por si, e levam a gente no ritmo delas”.

Rima combina

O actor compara a sua interpretação na nova série com a de um cantor, o que se explica pelo texto, todo rimado que ele diz combinar perfeitamente com a atuação.

“É uma grande onda. E e uma onda musical. Você tem de entender a musicalidade do programa todo para fazer as suas cenas. Tem de saber o texto dos outros actores, e perceber o ritmo deles. E ensaiar, para primeiro poder se ouvir e deixar essa canção da poesia muito marcada, para depois abandoná-la e ficar nas intenções - daí, você para de declamar e pode viver as situações. A poesia fica decantada em você.”

E como se não bastasse a poesia ele ainda faz dupla com a bela Deborah Secco.
“Ah, é ótimo! Quem diria!”

 

Fonte: Parana Online

publicado por Deborah Secco Portugal às 11:41

Deborah Secco vive a infiel Monna e Lázaro encarna um papel de galã

 

Para Jorge Furtado não existe diferença entre TV e cinema. A qualidade e o empenho que o director dedica aos dois é a mesma. Basta assistir a ´Decamerão - A comédia do sexo´, inspirada nos textos do italiano Giovanni Bocaccio, que estreia nesta sexta-feira, após o ´Globo repórter´

A microssérie de apenas quatro capítulos recebeu o selo de qualidade do director e da sua produtora, a Casa de Cinema. Tudo ali foi pensado para ser exactamente daquele jeito, os actores - um grupo de primeira linha que inclui nomes como Lázaro Ramos, Deborah Secco, Mateus Nachtergaele, Daniel de Oliveira, Leandra Leal e Drica Moraes - , convocados com meses de antecedência, a locação, a luz, os detalhes...

´Para mim não existe distinção. Tenho um prazer enorme nesse trabalho, pois é um projecto antigo. E lida com a fantasia, que me agrada muito mais que a realidade. Acho que a TV está saturada de hiperrealismo´, explica o director.

O local é um achado que confere um ar atemporal ao especial. As baixíssimas temperaturas produziram um nevoeiro que só ajudou a criar o tal clima místico que Furtado procurava. ´A impressão que a gente tem é que a qualquer momento vão sair pelo bosque a Branca de Neve e os Sete Anões´, brinca.

A primeira adaptação que Furtado fez dos contos de Bocaccio foi no especial exibido no fim do ano passado. O programa serviu de embrião para a microssérie, que narra as aventuras de personagens clássicos da ´commedia dell’arte.´

´Na hora que o Jorge me chamou para fazer a Monna eu topei. Primeiro, porque adoro trabalhar com ele, segundo porque me identifico com a personagem, uma mulher que está em busca do amor verdadeiro´, conta Deborah Secco, que precisou tingir os cabelos de ruivo e decorar textos em versos para compor a sua personagem. ´Decorar nem é o problema, o difícil é fazer tudo soar com naturalidade´, completa a actriz.

Poético

Furtado diz que o roteiro, todo rimadinho, deu o maior trabalho, mas ajudou a criar o tal clima de fábula que ele buscava. ´Diálogos em rima te distanciam da realidade e resolvi radicalizar mesmo. Acho que o público gosta de novidade. Só ficou pior para os actores, que não podem improvisar no texto´.

Mas ninguém reclama, pelo contrário. Mateus Nachtergaele, por exemplo, é só alegria com seu personagem , o patético e corno Tofano. ´Normalmente eu faria o papel de Edmilson Barros, o Calandrino, que é o bufão, o palhaço. Mas estou com o sujeito sério, o burguês ridículo. É gostoso estar em outra função dentro da comédia´, comemora o actor.

Actor fetiche

Lázaro (Masetto) também parece satisfeito com seu falso padre, que tem um caso com uma mulher casada, vivida por Deborah Secco. ´Nunca sou galã de nada. Acho bom poder exercitar esse meu lado´, brinca o ator, que já trabalhou com Deborah em ´Meu tio matou um cara´, e com Leandra Leal em ´O homem que copiava´, ambos com direcção de Furtado.

´O Lázaro é meu actor-fetiche´, brinca o director, que comandava o clima família da produção. ´A minha equipa da Casa de Cinema está comigo há 25 anos. Procuro sempre trabalhar com os mesmo actores´.

O director não descarta a possibilidade de uma segunda temporada de ´Decamerão´, mas acredita que o maior empecilho é conseguir conciliar as agendas dos actores.

Se depender de Daniel de Oliveira é só marcar que ele vai. No seu primeiro trabalho com o director, o actor diz ter adorado viver o comerciante Filipinho, marido de Isabel (Leandra Leal). ´Foi meu papel mais comédia e ele ainda é bem caricatural, como todos os personagens. Por isso é tão divertido´.
 

Fonte: Zoeira

publicado por Deborah Secco Portugal às 11:33

BEM VINDO (A)
Bem-vindo a este blog dedicado à talentosa actriz brasileira Deborah Secco. Aqui encontrarás as últimas notícias, fotos, videos e muito mais sobre a Deborah. Espero que gostes do meu trabalho e volta sempre que quiseres.
FOTO EM DESTAQUE

E-MAIL
Se tiveres coisas da Deborah Secco que queiras partilhar com outros fãs ou qualquer dúvida que tenhas deixa comentário no blog e serão te dadas todas as informações necessárias para enviares os dados.
subscrever feeds
mais sobre mim
Informações Blog
Dedicado: Deborah Secco Desde: 24 de Maio de 2008 Administradora: Patrícia Nome: Deborah Secco Portugal
GALERIA DE FOTOS (com mais de 2000 fotos e continuamos com actualizações)
ONLINE
online
pesquisar