Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

deborahsecco

deborahsecco

23
Out13

"Tenho me sentido muito mais feliz comigo mesma", diz Deborah Secco

Deborah Secco Portugal

A atriz após a transformação

 

A atriz, que acaba de mudar de visual para sua próxima personagem no cinema, conta seus cuidados com a beleza, fala sobre carreira e, prestes a completar 34 anos, afirma: "Estou em processo de amadurecimento"

 

Se existe uma atriz que já teve praticamente todos os tipos de cortes de cabelo, ela é Deborah Secco. E após uma temporada com as madeixas num tom cobre e bem curtinhas para encarnar Giovana na série global "Loucos Por Ela", agora Deborah acaba de voltar ao loiro comprido. Tudo para interpretar sua próxima personagem (ainda mantida em segredo) em uma comédia no cinema. Mas essa vida de camaleoa não é um problema para Deborah, que conta adorar as mudanças: "O visual para mim é algo totalmente profissional, eu quero estar mais perto do que a personagem exige. Quando consigo fazer o que realmente tenho em mente para o papell, me sinto poderosa. E o filme será de comédia, ainda não fiz esse gênero, então estou animada.”

 

Marie Claire acompanhou, com exclusividade, a transformação, que foi obra do cabeleireiro Marcos Proença. Ele diz que com os fios mais claros a atriz terá que intensificar os cuidados. “O loiro da Deborah é mais iluminado nas pontas e com o fundo da raiz natural. Apesar de ela ter que se preocupar mais com ele agora, ela é uma mulher que já se cuida. E que também a favorece essa cor é não usar todos os dias o secador de cabelo."  Mas para as mulheres que não abrem mão de secar os fios ou moldá-los com chapinha e babyliss, o hairstylist aconselha usar o protetor térmico.

 

CUIDADOS DIÁRIOS

 

Após passar um mês e meio de férias com a família, a atriz retornou ao seu dia a dia normal de exercícios físicos e alimentação balenceada. “Faço exercícios quase diariamente e tento comer bem. Eu não faço dieta porque eu gosto de comer muito, mas tento me alimentar de forma saudável a maior parte do tempo." Dona de um corpo de dar inveja, Deborah conta que é magra devido aos bons genes. Se dependesse de seu próprio paladar, Deborah confessa que comeria muito mal. "Eu tenho que melhorar, não para ficar magra, porque minha genética é boa, mas por saúde. Eu amo batata frita, pizza, fast food, chocolate, brigadeiro (risos). Não como salada e fruta comecei a gostar há pouco tempo. Para mim é difícil porque eu não tive uma educação alimentar saudável na minha infância, então tenho que correr atrás agora."

 

Deborah posa ao lado de Marcos Proença

 

Sobre seu cuidados de beleza, ela conta que se cuida, mas que não é sua prioridade. “Eu não sou uma pessoa que tem obsessão pela aparência física,mas por causa da profissão eu passei a ter um pouco mais. Uma vez emagreci 14 quilos para fazer um papel. E agora eu tive que voltar a ficar loira e mais sarada para o filme.” 

 

FASE NOVA PARA DEBORAH

 

Não é só o visual de Deborah que mudou. Em novembro ela completa 34 anos e diz que está com uma perspectiva de vida diferente. “A cada ano, acontecimento, aprendizado, a cada situação que a vida te coloca, a cada grande alegria que te proporciona, você aprende muitas coisas. Espero estar melhor. Estou em um processo de amadurecimento e acho que eu progredi com o tempo. Agora tenho me sentido muito mais feliz comigo mesma. Hoje sou muito mais calma e tenho mais aceitação de tudo o que gosto e de quem sou. Isso me faz muito bem.” A atriz conta que é muito religiosa e que sempre se baseou no catolicismo para se cuidar. "Acreditar em Deus nos faz mais feliz e muito melhores", afirma. 

A profissão também a influenciou muito nesse sentido: "Essa busca constante por personagens acaba sendo um aprendizado sobre nós mesmos: o que a gente pode ser, o que queremos ser e como podemos ser melhores."

 

Fonte: Revista Marie Claire

14
Ago13

«Novo momento, feliz», diz Deborah Secco após separação

Deborah Secco Portugal

A atriz Deborah Secco, que confirmou esta semana a separação do cantor Allyson Castro, parece estar a recuperar bem do fim do namoro.

A atriz publicou uma foto no Instagram e, apesar de ter um dos dedos magoado, escreveu: «Conselho de amiga: não roam a unha. Hoje doeu! #ansiedade #trabalho #novomomento #feliz».

A felicidade pode estar relacionada com o novo desafio profissional, uma vez que a atriz foi convidada para participar num novo filme.

 

Fonte: Lux

20
Jun13

Deborah Secco e namorado em clima de paixão no aeroporto

Deborah Secco Portugal

O casal foi visto dando muita risada e beijos românticos no Aeroporto Santos Dumont no Rio de Janeiro. O flagra entre a atriz Deborah Secco e o novo namorado, Alysson Castro, aconteceu na terça-feira (28) quando o músico foi deixar a amada no portão de embarque.

Os pombinhos estão juntos há pouco mais de um mês e não fazem questão nenhuma de esconder o carinho que um sente pelo outro. Alysson tem se mostrado muito cavalheiro e até mesmo puxou a mala da atriz durante o trajeto do carro até o momento do embarque.

Eles também foram flagrados no início do mês saindo de uma cerimônia religiosa. Os fotógrafos registraram o casal saindo da Paróquia São Marcos, na capital carioca. Os dois saíram de mãos dadas e não pouparam as demonstrações de carinho em frente à igreja. A famosa atriz saiu do local com um terço na mão e na companhia da mãe, Silvia Secco.

Déborah seguiu os passos como manda o figurino: orou, acompanhou as músicas e recebeu a comunhão. Tudo isso porque o namorado faz parte do coral da igreja, ele tem uma banda gospel. A moça deixou claro que não é apenas porque o músico é católico que ela acompanha as missas. Ela tem o costume de carregar sempre um terço nas mãos. Tanto após a missa, quanto no aeroporto, o casal tem se mostrado à vontade com a presença dos paparazzi e não se incomodaram.

Ex-marido

No início, Deborah não se pronunciou sobre o novo affair. As especulações dos curiosos mostram que os dois andam fazendo planos para o futuro como ter filhos e constituírem uma família.

Ela mesma diz que o amor se resume na definição de família. Deborah Secco é ex-mulher do jogador de futebol, Roger Flores. Os dois mantiveram o casamento por quase quatro anos. A atriz não chegou a se pronunciar sobre o fim do relacionamento que envolveu boatos de traição por parte do jogador.

Os últimos meses foram desgastantes para Deborah, apesar de sempre ter negado a crise matrimonial. Antes de terminarem definitivamente, os dois romperam a relação em março de 2010, mas não durou muito tempo. Eles se casaram um ano antes, em um castelo de Itaipava, no Rio de Janeiro.

 

Fonte: Noticias Br

13
Mar13

Deborah Secco e Roger Flores jantam no Rio

Deborah Secco Portugal

Na noite desta terça-feira, 26, casal esteve em um restaurante na Barra da Tijuca, Zona Oeste da cidade

 

Deborah Secco e Roger Flores em restaurante na Zona Oeste do Rio

Crise que nada! Deborah Secco e Roger Flores jantaram juntos na noite desta terça-feira, 26. O casal esteve em um restaurante na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

O disse-me-disse sobre uma suposta crise no casamento de Deborah Secco e Roger Flores ganhou mais um capítulo neste carnaval, depois de o jogador aparecer sem a atriz por dois dias seguidos para curtir a folia em camarotes vips no Rio. No domingo, 11, ele circulou sozinho pelo espaço vip e na segunda, 11, foi visto conversando com uma loira, o que deu ainda mais pano para manga. Em conversa com o EGO, Roger justificou a ausência da mulher - que está filmando um longa-metragem e garantiu "Só se eu fosse muito burro para fazer uma merda aqui dentro".

 

Procurada pelo EGO, a assessora de Secco desmentiu qualquer crise no casamento dos dois. "Eles estão juntos e estão ótimos. Se estivessem em crise e quisessem esconder de alguém o Roger não teria ido sozinho para a Sapucaí". A assessora confirmou que a atriz está concentrada nas filmagens do longa "Boa Sorte" e por isso não acompanhou o marido. Sobre a  suposta conversa, a assessora disse que não pode se manifestar, pois não trabalha com Roger, apenas com Deborah Secco. Ela também garantiu que sua cliente não vai comentar o assunto.

 

Deborah Secco e Roger Flores em restaurante na Barra da Tijuca

 

Deborah Secco e Roger Flores jantaram juntos na noite desta terça-feira, 26

 

Fonte: Ego

14
Set12

Deborah Secco: "Você pode escolher entre ser feliz e ser triste. Eu escolhi ser feliz"

Deborah Secco Portugal

De volta à TV Globo para segunda temporada de Louco por Elas, Deborah Secco conta o que aprendeu com a vida

Déborah Secco: sem medo de ser feliz

 

Sem medo de arriscar, Deborah Secco mostra que não tem nada de errado em quebrar a cara e tentar de novo para, no final, ser muito mais feliz. Nós ensinamos você a ser tão ousada quanto ela.

Com os meus 30 anos, eu aprendi que... não podemos ter expectativas, apenas sonhos
"Minha vida é uma loucura. Posso acordar um dia em São Paulo e passar a noite no Rio de Janeiro. Sempre foi assim, desde que eu era criança e interpretava a Carol, de Confissões de Adolescente. Não consigo planejar o que vou fazer daqui a dois dias, então nem me atrevo a traçar grandes metas de futuro. Não sei quando conseguirei tirar férias ou passar cinco dias inteiros com o meu marido. Há dez anos, eu sofria com isso. O que me machucava era a certeza de que não poderia ficar ao lado das pessoas que eu amo. Vivia pensando: 'Ah, vou gravar rapidinho, pegar um avião e ir correndo ver a minha mãe!'. Aí a gravação atrasava e eu ficava chorando. Essas expectativas geram frustrações, e ninguém aguenta isso todo dia. Então, parei de ter expectativas. Comecei a ter apenas sonhos que realizarei assim que possível, como ter filhos. Se isso não acontecer hoje, será daqui a uns anos. Não estou me privando de fazer nada, só deixando algumas coisas para o destino. Isso a gente aprende quando a maturidade aparece."

Com uma personagem, eu aprendi que... não somos o que queremos, mas o que podemos ser
"O papel mais polêmico que fiz foi o de Raquel Pacheco, a Bruna Surfistinha. Para interpretá-la, conversei com mulheres que se prostituíam e as conheci em todas as fases: saindo do colégio empolgadas com o dinheiro que poderiam ganhar, no auge da carreira faturando alto e em decadência vendendo o corpo para comprar uma pedra de crack. Eu as via voltando de um programa como quem tinha ido ao banheiro. Se essa falta de reação me assustou, também me fez pensar. Descobri que as pessoas não são o que querem, mas o que podem ser. Às vezes não conseguimos realizar aquele sonho antigo e temos que seguir em frente com o que está ao nosso alcance. Até com as pequenas coisas é assim. Eu adoraria parar de comer chocolate e acordar com o corpo da Gisele Bündchen, mas não dá. Queria ter mais forças para impor as minhas vontades, queria ser mais firme e dizer não, mas não consigo. Sou do jeito que sou e pronto. A única coisa que posso fazer para não ficar triste é aceitar isso. Se as coisas saíssem exatamente do modo que a gente imagina, seria incrível. Mas a vida é cruel, né?"

 

Déborah Secco: forte e madura


Com o meu casamento, eu aprendi que... manter a discrição é a coisa mais importante para um relacionamento
"Eu e o Roger (Flores, jogador de futebol) temos agendas superlotadas e somos famosos, o que poderia complicar a nossa vida. Só que estamos acostumados com a falta de rotina e nos adaptamos muito bem a isso. O que mais atrapalha um relacionamento desse tipo, na verdade, é quando as pessoas tentam entrar na nossa intimidade. Fotografam a gente saindo de um supermercado e criam uma notícia absurda a partir daí. Somos um casal como qualquer outro: rimos, choramos, discutimos, sentimos saudade. Mas, no geral, somos felizes. E eu aprendi que essa felicidade só é plena quando protejo muito o que tenho com ele dentro de casa. Não tenho problemas para falar sobre a minha vida pessoal, mas relacionamentos são delicados e podem estragar com uma facilidade enorme."

Com as crises, eu aprendi que... você pode escolher entre ser feliz e ser triste. Eu escolhi ser feliz
"Sei que é clichê, mas não posso ir contra a verdade: a vida de qualquer pessoa tem coisas boas e ruins e somos nós que decidimos onde colocar o nosso foco. Se eu quisesse ser uma pessoa infeliz, teria todos os motivos do mundo. Afinal, também brigo com quem eu amo, fico chateada por algo ter dado errado e, claro, tenho que enfrentar milhões de boatos malucos que inventam sobre a minha vida. Mas, quando algo me deixa chateada, eu me permito remoer o assunto só por quinze minutos. Depois, para superar, penso em coisas boas: minha carreira, meus sobrinhos, o abraço do Roger, o jeito como a minha mãe diz 'Bom dia, filha!'... Aí tudo passa. Minha mãe, aliás, sempre me deu bastante força. Ela, que perdeu uma filha quando era jovem, costuma dizer que sempre conseguimos suportar os sofrimentos - por mais fortes que sejam. Levo esse mantra para a vida inteira. Eu fiz a escolha de ser feliz."

Com os homens, eu aprendi que... ninguém está imune a uma traição
"A traição é algo bem comum para o sexo masculino. Triste, eu sei. É até compreensível que alguém se apaixone por uma pessoa mesmo quando está comprometida com outra. Afinal, nós conhemos gente interessante o tempo todo e corremos o risco de cair em tentação. Não sou ingênua, sei que isso pode acontecer. Só que não dou tanto peso à traição física. Essa também machuca, mas não dói tanto em mim quanto a emocional. Quando uma pessoa de quem você gosta se envolve de verdade com outra mulher, é difícil demais. Não vou dizer que não acho feio. É errado, sim. Mas cada caso é um caso. Às vezes é compreensível. Somente o casal poderá decidir o que deverá ser feito para resolver a questão."

 

Fonte: Revista Nova

06
Dez11

O ano de Deborah

Deborah Secco Portugal

 

Vivendo grande momento profissional, Deborah Secco acaba de ganhar um perfume com o seu nome. Em 2012, a atriz estará na minissérie Louco por Elas, da Rede Globo

Além do perfume, ela empresta seu nome a uma linha de body splash
Além do perfume, ela empresta seu nome a uma linha de body splash

Definitivamente, 2011 foi “o ano” para Deborah Secco. Depois de bombar como Bruna Surfistinha nos cinemas, como a alpinista social Natalie Lamour, em Insensato Coração, levar dois prêmios pelo papel e ainda ser eleita a mulher mais sexy do mundo pela revista VIP, a atriz acaba de entrar para o rol de famosas que ganharam um perfume com o seu nome. Ela foi a inspiração para a colônia que a Água de Cheiro lançou neste fim de semana, durante o Carnatal, o carnaval fora de época de Natal (RN).

 

Pela primeira vez assinando um produto de beleza, Deborah se junta a outras poderosas como Angélica, Beyoncé e Jennifer Aniston, que também já tiveram seus nomes gravados em fragrâncias. Além do perfume floral (com toques de gardênia, jasmim e violeta), a bela empresta seu nome também para uma linha de body splash, loção hidratante e um kit de sabonetes.

 

De cabelos curtos e escurecidos, a atriz vive uma excelente fase na sua vida profissional. Com Natalie Lamour, ela conquistou uma legião de fãs e angariou dois prêmios no papel da loura gostosona. No prêmio Extra de Televisão, ela venceu na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante; já na premiação da revista Veja Rio, ela foi vencedora na categoria atriz. Agora, Deborah se prepara para estrelar a minissérie Louco Por Elas, da Rede Globo, que deve ir ao ar em 2012.

 

Já na vida amorosa, Deborah tem preferido manter a discrição. Casada com o jogador de futebol Roger Flores desde 2009, os dois já passaram por momentos difíceis juntos. Em 2010, eles chegaram a se separar, mas reataram e continuam juntos até hoje, levando uma vida longe das lentes dos paparazzi.

 

Fonte: O Povo

28
Mai10

Deborah Secco ri sozinha pelas ruas do Recreio

Deborah Secco Portugal

Actriz é fotografada de bom humor ao deixar a casa de uma amiga no Rio

 

Do que ri Deborah Secco, assim, sozinha pela rua? A actriz, que recentemente se viu envolvida em escândalos por conta de sua separação com Roger Flores, foi fotografada de bom humor ao deixar a casa de uma amiga no Recreio, no Rio, nesta segunda, 24. Será que a campanha de Roger para reconquistar a esposa está dando certo?

 

Xande Nolasco/Photo Rio News

Deborah Secco

Fonte: Ego

25
Nov09

CONTIGO Deborah Secco 30 anos (26/11/2009)

Deborah Secco Portugal
A actriz vive um casamento à distância, mas quer formar uma família

Capa da Edição 1784 Contigo!

''Reservei ser mãe nesta época, é o momento de montar minha família''

 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 0

São 11h da manhã. Deborah Secco atravessa a porta da suíte presidencial do Sheraton São Paulo WTC Hotel. Está de calça jeans larguinha, boyfriend, e salto alto. Meia hora antes, quando deixou o apart onde mora há três meses na cidade para rodar o filme Bruna Surfistinha - O Doce Veneno do Escorpião, ela nem se deu conta que a camiseta branca um pouco transparente sobre o sutiã estava do avesso. Risos. Já descalça, ela coloca os pés no chão. É dia de folga e Deborah está com água na boca para comer bacalhau no almoço, cardápio que virou mania desde o início dessa temporada paulistana. Enquanto espera o delivery, ela come uns dois bombons. Ainda parecendo uma menina, mas com toques de sofisticação, Deborah chega aos 30 anos no dia 26 de novembro com a vitalidade dos 15 - e lembra seus momentos aos 20. Agora, pensa em montar sua família com o jogador Roger Flores, 31, que vive no Catar, mas está a um pulinho do Skype de Deborah. O mulherão das fotos na verdade não domina a figura do marido: ela é passiva, obedece mais e tudo bem. Já as lentes da câmera viram sua escrava e só têm descanso quando ela quebra o clima com caretas debochadas. Confira...
 

 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 1

''Eu acho que, num relacionamento a dois, a mulher sedutora é aquela que domina. Eu não sou assim. Sou passiva, obedeço mais''

 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 5

Roger me surpreendeu porque eu é que falava: ''Vamos casar!’ E ele: ‘Casar com quem? Já arranjou marido? Eu não vou casar''

 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 6

''Eu sempre achei que amava mais as pessoas do que elas me amavam. Descobri que o amor existe quando é igual dos dois lados''

Como você consegue ficar tão sedutora nas fotos?

(Risos) Acho que é uma defesa de quem é atriz criar personagens na hora de fotografar. O normal é pegar aquela que está mais próximo de você no momento. Da mesma forma que consigo fazer uma foto sexy, também sei ser mais neutra. Queria muito saber usar isso na vida real. Eu não sou isso, não acredito nessa sedução.

Nem na vida a dois?
Na vida a dois principalmente. Não é natural para mim.

O que é natural?
Eu sou quieta e caseira. Não sou sedutora o tempo todo. Não sou sexy. Sou mais romântica. Eu acho que, num relacionamento a dois, a mulher sedutora é aquela que domina. Eu não sou assim. Sou passiva, obedeço mais. Se me pergunta onde vamos jantar, eu nunca escolho. Dificilmente imponho a minha vontade. O Roger já se acostumou com isso. Já sabe que qualquer decisão vai ter de partir dele.

Mas essa mulher que surge nas fotos em nada se parece com o estilo ''mulherzinha''...
Essa mulher que as pessoas admiram nas fotos é uma mentira. Elas veem uma Deborah sempre penteada, maquiada, produzida. Eles não me veem acordando. A Deborah que admiram sou eu depois de duas horas me arrumando, que isso fique claro (risos)!

Quanta propaganda contra!
Hoje as pessoas se cobram pela perfeição, têm de ser magras e bonitas. Ninguém tem de ser nada! Tem de ser o que faz você feliz. As pessoas vivem numa hipocrisia, é uma perseguição... Ninguém pode ser feio. Aí, a gente aparece sempre linda na foto. Mas não é assim! Temos celulite, bumbum mole, temos milhões de defeitos, choramos sozinhas no quarto. Faço questão de libertar as pessoas e dizer que não existem mulheres perfeitas. Vá ao salão e você ficará linda. Não acordamos assim, ninguém fica linda inchada, de camisola, tomando leite (risos).
 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 7

''Tudo o que eu fiz, guiada pela impulsividade, foi viver como se o mundo fosse acabar amanhã''

 


Você diz que gosta de cuidar da casa, de arrumar as coisas, de botar a mesa. Morando em São Paulo por causa do filme e com Roger no Catar (Emirados Árabes), não está sentindo falta do início da vida de casada?
Mas a gente já experimentou essa vida a dois. Mal ou bem, ficamos um tempo juntos no Rio, depois em Porto Alegre, antes de nos casarmos. E, quando estou lá no Catar, também tem esses momentos. Lá, principalmente, porque somos só nós dois.

Não vê a hora de ele voltar para o Brasil?
A maior prova que a gente se dá é eu entender o quanto isso é importante para ele profissionalmente e ele entender o quanto é importante para mim o que faço aqui. A gente se respeita, se admira. Amor não é querer a pessoa para você. É querer quem você ama feliz.

E como matam a saudade?
De todas as maneiras! Mensagens de texto, telefone e Skype (telefone pela internet) nos possibilitam estar próximo, mesmo tão distante. Lá são cinco horas a mais. Nos adaptamos. A maioria das vezes em que chego ao hotel, ele está dormindo. A hora que estou acordando é uma hora boa para a gente se falar. Quantas vezes ligo? Depende... Agora, trabalhando, eu não consigo ligar muito, não levo o celular para o set. Quando eu não estou, se deixar eu ligo muito e fico o dia inteiro no Skype.

É um casamento livre de crises porque é uma convivência à distância?
Nosso casamento é sem crise porque é sem crise mesmo. Às vezes a distância até dificulta. Quando as pessoas se gostam elas querem estar perto.
 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 2


Por que não esperaram o momento em que os dois viveriam no Brasil para se casar?
Na verdade, tínhamos uma data anterior de casamento, dezembro de 2008. Mas, no meio disso, ele recebeu o convite para jogar no Catar e tudo dependeria da classificação do time para saber se estaríamos no Brasil. Fomos adiando, adiando... O pedido veio antes de ele saber que ia morar lá. E me surpreendeu porque eu é que falava: ''Vamos casar!''E ele sempre dizia: ''Casar com quem? Já arranjou o marido? Eu não vou casar''. Aconteceu na hora em que achamos que a vida seria mais legal se estivéssemos juntos.

Uma vez você falou que casamento em casas separadas não era casamento, era namoro... Continuo pensando da mesma forma. Tenho duas casas, aqui e no Catar. Quando estou lá, eu administro as coisas. Não vou dizer que boto ordem em tudo porque há coisas que ele faz melhor que eu, como cozinhar. Mas não é a casa dele. É a nossa casa.

Você também já declarou que estava muito perto de saber o que é o amor mesmo. Hoje, já sabe?
Eu acho que não falei só em relação a homem e mulher, mas, principalmente, em relação a amar e confiar. Consegui relações na minha vida que me fizeram enxergar que o amor é possível, que essa troca é verdadeira. Eu sempre achei que amava mais as pessoas do que elas me amavam. Descobri que o amor existe quando ele é igual dos dois lados.

E por que você queria tanto completar 30 anos?
Eu aprendi a gostar de mim, a ficar sozinha. É a idade em que seus atrativos são o que você tem por dentro e não o que tem por fora. Ao mesmo tempo, ainda tem a beleza da juventude. Hoje, começo a me enxergar. Sei que ainda tenho de trabalhar a minha impulsividade. No meu trabalho, é impossível não ser assim, porque esse despudor é quase fundamental. Mas também aprendi a canalizar para que isso seja profissional. Às vezes, eu confundia e trazia para a vida. Antigamente, se eu fosse comprar uma casa, não podia esperar. Se eu gostasse de alguma coisa, eu ia querer ter 30 daquilo. Tudo o que eu fiz, guiada pela impulsividade, foi viver como se o mundo fosse acabar amanhã.
 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 3


Agora, quais são suas metas?
Agora se inicia a década de ter filhos, das realizações. É o momento de montar a minha família, me estabilizar profissionalmente, construir uma imagem mais sólida. Maternidade? Isso vai acontecer. Mas prefiro não planejar. Essa vontade não está latente agora, mas, daqui a um ano ou dois, pode mudar. Filho é uma coisa delicada. Reservei ser mãe nessa época por ouvir a minha mãe falando como foi ter filho muito cedo, que não aproveitou tanto, que se dividiu entre ter de ganhar dinheiro para sustentar a família e o pouco tempo que sobrava para os filhos. Sempre sonhei em viajar muito, conhecer a Europa de carro, para depois ter filho.

A Europa de carro você já conheceu na lua de mel?
Não toda, uma parte (risos).
 

 - Foto: Ernani D’Almeida - 4


Fisicamente falando, você se vê como uma mulher de 30?
Ainda me sinto com a vitalidade de 15! Não vejo essa diferença física. Ainda faço uma imagem minha de menina. Às vezes, eu me olho no espelho e estranho: ‘Nossa, já estou velha!’. Mas também tenho uma postura que não é de mulherão, que chega e chama atenção, poderosa, elegante. Gosto mais de mim agora em todos os aspectos, físico e emocional. Eu só melhorei. A idade me favoreceu. Eu vejo fotos minhas de quando era novinha e penso: ‘Que monstro!’ Eu tinha muita espinha, era magra, tinha pernas finas. Na minha época, bonito era ser boazuda, o que eu não queria ser. Eu era a feia do colégio. Eu não era a popular, que se achava incrível. Eu era aquela chata, que ficava sozinha.

Há três meses, vivendo em São Paulo para rodar o filme sobre a vida de Bruna Surfistinha, como tem sido sua rotina? E qual a cena mais complicada até agora?
Não está tão normal assim. Comecei a filmar à noite, das 18h às 6h. Chegava ao hotel às 7h, dormia às 8h, acordava às 17h e estava pronta novamente. Agora, filmo de dia, da casa para o trabalho, do trabalho para casa. Quando eu me envolvo com a personagem, a minha vida particular fica muito guardada. Achei que fosse sentir falta do pilates, mas não. Só sinto falta de dormir uma horinha a mais. Todo mundo fala das cenas de sexo... Mas o que mais me agride são as cenas de droga. Eu nunca usei. Outro dia tive de cheirar pó (cenográfico) sem usar uma nota de dinheiro. Eu disse no set: ''Não sei o que fazer, gente!'' É muito mais fácil para mim conversar com uma garota de programa e ouvi-la contando que naquele dia saiu com sete caras porque precisava do dinheiro e eu entender a dor que ela sentiu, mesmo nunca tendo passado por esse trauma. Para mim sexo sempre foi ligado a sentimento, respeito e carinho.

Mas eu posso imaginar o que seria uma hora com um cara nojento em cima de mim, me batendo, realizando fantasias que não são agradáveis e você tendo de se submeter a isso, ou a entrar no carro de um cara sem saber se vai voltar. São mulheres muito corajosas. Estamos mexendo em um assunto que está dentro de casa, com pessoas casadas, consideradas sérias. Por que colocar uma arma na mão de um menino, que mata um bando de gente em Cidade de Deus é legal e mostrar sexo obrigado, pago e submisso não pode? Ainda há muito preconceito em torno desse assunto...

 

 

 

Deborah Secco aos 30 - Foto: Ernani D' Almeida
Eu aos 20...


>> Eu comia brigadeiro
>> Eu me apaixonava facilmente
>> Eu queria da vida ser feliz
>> Eu ouvia MPB
>> Eu chorava vendo filme de amor
>> Eu sonhava em ser feliz, em ter uma carreira bacana e uma família
>> Eu comprava muito mais bobagens que eu não usava
>> Eu namorava
>> Eu viajava com menos frequência e queria viajar mais, conhecer lugares
>> Eu dormia muito
>> Eu via o sexo como uma coisa estranha. E não sabia por quê...
>> Eu antes morava em uma casa...
>> Eu era carente de companhia
>> Bom, eu vestia tudo errado...
>> Eu não pensava em como me viam
>> Eu queria provar que sou quem realmente sou
>> Eu discutia na minha terapia quem eu era
>> Eu achava o meu corpo péssimo
>> Eu tinha saudade da minha infância, dos almoços de fim de semana com a família reunida
>> Eu achava que uma relação precisava ser intensa

...e eu aos 30!

>> Eu ainda como brigadeiro
>> Eu me apaixonei só por quem realmente vale a pena
>> Eu quero continuar feliz
>> Eu continuo ouvindo MPB
>> Eu agora choro é de saudade
>> Bom, digamos que eu ainda sonho com as mesmas coisas (risos)
>> Eu agora penso três vezes antes de comprar
>> Eu sou casada
>> Eu viajo para os mesmos lugares agora... Só para o Catar (risos)!
>> Ainda durmo muito (risos)
>> Agora eu vejo o sexo completamente ligado a meu marido
>> ...e agora moro num apê com quarto e sala
>> Eu sou carente de sentimentos verdadeiros
>> ...agora me preocupo muito mais com isso!
>> Eu acho que cada um me vê de uma maneira
>> Eu não quero provar nada para ninguém
>> Bom, continuo discutindo a mesma coisa (risos)!
>> Eu acho o meu corpo médio (risos)
>> Aos 30, também tenho essa saudade, mas com a certeza de que quero construir isso para mim.
>> Eu acho que a relação deve ser serena, em paz




Assistente de fotografia: Isabel Acosta. Cabelo e maquiagem: Marcos Proença. Assistente: Tatiana Santos. Produção: Marcio Vicentini. Cashmere: Daslu. colar: Raphael Falci

 
13
Jul09

Deborah Secco não fala sobre vida pessoal, mas Roger abre o verbo

Deborah Secco Portugal

Jogador disse que está gostando da vida de casado e que volta na próxima semana para o Oriente Médio

 

Isac Luz/Globo.com

Deborah Secco e Roger no Maracanã

A actriz Deborah Secco continua com uma postura discreta e evitando falar sobre sua vida pessoal. A actriz chegou acompanhada do marido Roger Flores para assistir ao concerto que Roberto Carlos fez no Maracanã, no sábado 11, e, ao ser perguntada como estava a vida de casada, resumiu tudo apenas com um “Estou muito feliz”. Já Roger falou mais sobre seu novo estado civil.

 

“O casamento vai bem. Estou gostando muito. É pena que essa semana eu já volto para o Oriente Médio, para me reapresentar ao meu clube. Estou tentando prolongar a volta o máximo possível", disse o jogador.

 

Perguntado se conseguiu aproveitar bem a sua lua-de-mel com Deborah, Roger riu e disse que "deu tempo de tudo". Ele contou que os dois não viajaram para um só lugar.

 

"Nós fizemos um tour pelo mundo. Passamos pela Europa , não fomos a um lugar só", revelou.

 

Sobre as chances de a mulher o acompanhar na nova temporada, ele disse: “Isso é com a Deborah. Ela tem contrato com a Globo e tem que estar à disposição. Viajo agora e só volto no meio do ano que vem”.

 

Ao que tudo indica, os fãs não vão mesmo ver uma foto da actriz vestida de noiva. Questionada se não iria divulgar uma imagem do casamento, ela disse: "Todos já me viram de noiva. Casei sete vezes em novela", declarou.

 

Fonte: Ego

05
Jul09

EXCLUSIVO DEBORAH SECCO PORTUGAL: Deborah Secco em entrevista à revista "Nova Gente"

Deborah Secco Portugal

Em 2004, Deborah Secco esteve em Portugal para promover o Guaraná Antártica e por isso concedeu várias entrevistas a várias revistas "cor-de-rosa" por cá. Deixo-vos aqui uma dessas entrevistas, esta concedida à revista "Nova Gente".

Deborah na campanha que passou em Portugal do Guaraná

Título de capa: Os homens que já teve, as traições e o novo namorado: Deborah Secco pedida em casamento por português

Na segunda visita a Portugal é pedida em casamento por português

 

 

A actriz que veio apresentar a campanha da bebida brasileira, ficou honrada por ter sido tão bem recebida.

 

"A DARLENE TIROU-ME A TIMIDEZ"

 

Mal aterrou em Portugal, teve direito a um pedido de casamento. É prova do sucesso que a actriz de 24 anos, está a ter no nosso país. Nesta entrevista, Deborah fala da sua fama de coleccionadora de homens, das traições da vida, do seu novo namorado e da vontade de casar, ser mãe e ficar em casa a cozinhar, lavar e passar.

 

Deborah com o apresentador do K7 Pirata

 

A que se deve esta segunda visita a Portugal?

Para mim é um prazer vir a convite do Guaraná Antárctica, para o qual fiz uma campanha. Tinha prometido aos vendedores que, se batessem o recorde de vendas, viria. E assim foi. Bateram e vim (risos). Fiquei muito feliz, pela campanha ter dado certo. Ficou superbonitinha!

 

Está adoentada e mesmo assim ainda não parou desde que chegou.

Não dá para parar na vida. Só vou parar daqui a alguns anos (risos). Até gostava da ficar mais tempo do que o previsto, mas não sei se vou conseguir. Tenho alguns compromissos em Miami, que são inadiáveis. Vou estar em "laboratório" para a minha nova personagem na novela "América". A Glória Perez é a autora, que vai entrevistar alguns emigrantes ilegais e queria muito que fosse com ela - para ouvi-los e preparar-me para fazer a Sol. Mas o tempo que aqui estou já está a ser encantador, pelo carinho que recebi. Desde o rapaz da alfândega, que me disse "você é linda, quero casar-me consigo!" 

 

Até teve direito a um pedido de casamento.

Foi a primeira coisa que ouvi cá! É uma honra para mim. Foi um país que descobriu o meu, que o inventou. Saber que depois de mais de 500 anos, posso aqui voltar e ser superbem recebida, não tem preço. Eu venho de um família humilde e nem achei que ia fazer sucesso no Brasil, quanto mais aqui.

 

E muito se deve à Darlene em Celebridade

Posso dizer que já fiz grandes trabalhos. Vim subindo degrau a degrau. Não dei um grande pulo e agradeço muito por isso, por não me ter estreado como protagonista. A Darlene provou que posso trabalhar com leveza.

 

E a Deborah adquiriu esse tom de brincadeira da Darlene?

Eu sou muito quieta. As pessoas estão sempre a perguntar-me se estou doente, se me sinto mal ou com sono. O meu ritmo é muito diferente. Faço ioga, medito e sou bem lenta. Quando estou com outras pessoas até procuro ser mais risonha, porque sou mesmo séria! Sou tímida, tenho vergonha de falar com as pessoas, mas a Darlene tirou-me alguma dessa timidez. Acho que já tenho um pouco dela.

 

Foi durante algum tempo apelidada de coleccionadora de homens. Como lidava com essa classificação?

Ria! As pessoas confundem muito. Na verdade não falo da minha vida pessoal, mas não deixo de viver normalmente só porque as pessoas vão falar. O que faço é explícito, todo o mundo vê, e não tenho porque negá-lo. Faço-o com toda a minha vontade, mas não falo sobre isso. E não tive muitos namorados. Tive cinco. Para uma rapariga de 24 anos acho que não é um recorde. Cinco namorados e cinco homens ao todo. Nunca tive um homem de passar uma noite  e nunca mais. Sempre namorei a sério.

 

"Você é linda quero casar-me consigo", foi o pedido que a actriz ouviu de um português

 

Lida bem com essa fama, então.

Como não é verídico, lido bem. Se fosse verdade, afectar-me-ia. Até acho graça. Queria ter tanto poder, esse todo que me atribuem (risos)!

 

Parece viver uma nova fase de vida. Mais calma.

É mesmo. Uma fase mais madura. Estava sempre a ser apontada, mostrada, julgada. Hoje tenho mais tranquilidade para lidar com isso. A minha vida já está mais calma e tenho mais certeza de que não sou nem uma vilã, nem uma menininha.

 

Esta nova postura na vida deve-se também ao facto de estar a viver um grande amor?

(Risos) Tento não falar nisso. O que estamos a viver é nosso. O que posso dizer é que estamos juntos, sim estamos felizes, sim, e ponto. O resto é nosso. O que faço por ele, as tatuagens, as idas ao shows... Não falo. Já basta o que as pessoas vêem e que não posso evitar que vejam.

 

"Não sou coleccionadora de homens"

 

Acredita no "e viveram felizes para sempre"?

Sim, o casamento está nos meus planos. Não com data marcada, mas é o meu maior sonho. Casar e ter filhos. E ser dona de casa, que adoro. Cozinhar, lavar e passar. Faço-o com o maior prazer.

 

É assim que quer estar no futuro?

Com certeza. Como os meus avós, juntos para a vida inteira e cada um cuidando do outro. Acho isso lindo. É o que sonho desde menina.

 

Qual o segredo do seu sucesso?

É amar o que se faz e não competir com ninguém. A minha competição é comigo. Vou ser o melhor que puder. Tenho consciência de que sou a melhor profissional que posso ser, dentro dos meus limites como ser humano. O segredo do sucesso é pôr constatemente a meta no seu melhor e tentar atingi-la sempre.

 

"Nunca tive um homem de passar uma noite e nunca mais", diz a actriz.

 

Como quer ser recordada?

Assim. No trabalho. Em tudo na vida tento ser a melhor Deborah que posso ser.

 

Tem medo que as rugas lhe tragam menos trabalho ou pretende "apagá-las" antes do tempo?

(Risos) Não. Porque não tenho esse apego ao exterior. O interior é muito mais belo. E outros trabalhos virão. Nós temos que preservar a nossa felicidade, o estado de espírito,  a família, o amor e a parte interior. É isso que reflete o que existe fora.

 

Créditos de postagem: deborahsecco.blogs.sapo.pt/ - Deborah Secco Portugal

Retirado de: Revista "Nova Gente"

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

BEM VINDO (A)

Bem-vindo a este blog dedicado à talentosa actriz brasileira Deborah Secco. Aqui encontrarás as últimas notícias, fotos, videos e muito mais sobre a Deborah. Espero que gostes do meu trabalho e volta sempre que quiseres.

Elite

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Informações Blog

Dedicado: Deborah Secco Desde: 24 de Maio de 2008 Administradora: Patrícia Nome: Deborah Secco Portugal
Em destaque no SAPO Blogs
pub